Revista MB Recomenda

Serra, Serrinha, Serrano – o Império do Samba

Por Luís Pimentel - 27/01/2017

Autor de pelo menos uma biografia definitiva na música brasileira (a de Lamartine Babo, “Trá-lá-lá”), entre outras obras que tanto enriquecem as estantes especializadas, o pesquisador e professor Suetônio Soares Valença (1944-2006) deixou uma obra riquíssima. Entre os seus títulos mais importantes está “Serra, Serrinha, Serrano – O Império do Samba”, escrito em parceria com a pesquisadora e grande nome do Carnaval carioca (e do Império!) Rachel Valença, lançado em primeira edição em 1981 e agora reeditado (Record).

Revista, ampliada e com o triplo de páginas, a obra que conta com muita delicadeza e pesquisa apurada a história do Morro da Serrinha e de sua escola tantas vezes campeã é um presente inestimável que recebem agora, às vésperas de mais um Carnaval, os amantes da folia, das escolas de samba e da nosso cancioneiro – é só não esquecer que a verde e branco de Madureira teve, em sua ala de compositores, nomes fundamentais como Silas de Oliveira e Mano Décio da Viola (e tem, entre outros, Dona Ivone Lara e Wilson das Neves, graças a Deus). Presente que chega ainda, como lembrou o cantor, pesquisador e jornalista Pedro Paulo Malta, “no momento em que a música brasileira comemora o centenário do lançamento do primeiro samba de sucesso”.


Editado com esmero e profissionalismo, o livraço de Suetônio e Rachel tem prefácio e orelhas dos bambas Luiz Antonio Simas e Nei Lopes, o que não é para qualquer um.
 

Publicidade