Revista MB Recomenda

Ismael Silva: uma escola de samba

Por Luís Pimentel - 30/01/2017

Peças fundamentais do repertório imbatível de um dos mais relevantes compositores da música brasileira, o elegante e inspirado Ismael Silva – “Antonico”, “Me diga teu nome”, “Nem é bom falar” e “O que será de mim”, as duas últimas em parceria com Francisco Alves e Nilton Bastos, entre outras – estão no belíssimo álbum que os cantores, compositores e instrumentistas Augusto Martins e Cláudio Jorge gravaram para homenagear o grande bamba do Estácio. Como escreveu bem a propósito Hugo Sukman, “pela primeira vez esse repertório, desde as primeiras composições, é cantado e tocado da forma como provavelmente os sambas foram feitos, ao som de violão, cavaquinho e muita batucada”. Com arranjos e interpretações quase intimistas, Augusto (um belo cantor) e Cláudio (mestre absoluto nas cordas) fizeram um disco primoroso, como Ismael merece.

Publicidade